quarta-feira, 6 de junho de 2012

Gravidinhas...

Esses últimos meses recebi muitas notícias de bebês à vista...fico tão feliz, amo crianças...então resolvi colocar algumas dicas para as mamães...



Uma boa alimentação durante a gestação previne a mãe de doenças que podem aparecer e é imprescindível para o desenvolvimento e ganho de peso adequado do bebê. À medida que a gestação progride, certos nutrientes passam a ser mais importantes que outros, por isso é importante fazer o pré-natal e acompanhamento com profissional nutricionista.
 


Vamos às dicas????
O consumo de calorias, vitaminas e minerais deve ser maior entre as mulheres grávidas. Mas não é por isso que você vai sair comendo por 2!!! Para que o peso não ultrapasse a normalidade, o acréscimo de energia deve ser na média de apenas 300 kcal diárias, o que corresponde a dois copos de leite desnatado. Isso pode variar de gestante para gestante!


- Varie a alimentação, prato colorido sempre, quanto mais variar os alimentos que consome a cada dia, maiores serão as chances de obter um pouco de cada vitamina e sais minerais.


- 3 à 4 porções de frutas preferencialmente frescas e com casca (bem higienizadas), você pode também incluir os sucos. Adicione frutas frescas ao cereal da manhã ou ao iogurte, ou consuma como sobremesa ou lanche entre as refeições.

-  1 porção/dia de leguminosas como feijão, lentilha ou grão-de-bico.


- No café da manhã ou salada do almoço ou jantar acrescente 3 nozes ou 2 castanhas, ou sementes de girassol; fonte de ômega 6 (ácido linoléico), importante no desenvolvimento do cérebro do bebê e na prevenção da pré-eclâmpsia (pressão arterial alta) na gestante.

- Carboidratos devem estar presentes em todas as refeições para garantir a você e ao seu bebê bastante energia e saúde! Dê preferência aos integrais!! Cuidado para não exagerar nas porções!!

- Carnes de qualquer tipo, inclusive ovos, mas sempre bem cozidas e bem passadas. Prefira carnes brancas, possuem menos gordura, e não esqueça de comer peixe também. Carne de boi prefira os cortes magros com menos gordura como patinho, maminha e músculo. Carne de frango sempre preparada sem a pele e peixe pelo menos duas vezes na semana cozido, assado ou no papilote, pois são ricos em ômega 3 (ácido linolênico). Ovos mexidos, cozidos ou omelete de claras.

- Priorize a ingestão de alimentos integrais, ricos em nutrientes e fibras, fazem bem à saúde, à beleza de sua pele e ajudam no funcionamento do intestino, ambos comprometidos na gestação.


- Água, evita a constipação, a desidratação e a ocorrência de infecções no trato urinário. Se não gosta de tomar água, experimente: água com rodelas de limão e laranja, sucos de frutas frescas, água de coco.


- Leite e derivados somente pasteurizados. Fornecem cálcio, nutriente que auxilia na coagulação sangüínea, ajuda a formar ossos e dentes, atenua a fadiga muscular, previne infecções e contribui para manter o equilíbrio de ferro no organismo. Sua deficiência na gestação acarreta cáries, cãibras e inchaços. Para mamães intolerantes à lactose podem incluir, como fontes alternativas de cálcio, o gergelim torrado, folhas de couve, suco de soja enriquecido com cálcio, sardinha, lentilha, feijão.

- Alimentos ricos em ferro (espinafre, feijão, beterraba, peixes, lentilhas, soja, agrião, trigo e aveia). O ferro é nutriente responsável pela respiração celular e desenvolvimento da placenta; transporta oxigênio das células maternas para as do feto. Para aumentar e facilitar sua absorção; consuma alimentos ricos em vitamina C (limão, morango, laranja, salsinha, kiwi, acerola, etc.).



Aqui são apenas algumas dicas, não substitui o acompanhamento com o profissional nutricionista ou ginecologista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário