sexta-feira, 20 de março de 2015

Alimentos Light, Diet, Adoçantes?

Antes de começar esse post, quero mandar um beijo para minhas pacientes e minhas colegas de trabalho que sempre dão uma espiadinha aqui: BEIJO MENINAS!

Esse mês, no dia 14, completei 6 anos de formada, desde que me formei atendo no consultório, tenho uma bagagem de dúvidas, mitos e perguntas que os pacientes fazem e uma delas é: PRECISO COMER PRODUTOS LIGHT, DIET, ADOÇANTE para emagrecer? 
MINHA RESPOSTA É....NÃO!



Então vamos lá, na área da saúde nos baseamos em muitos artigos científicos, manuais, guias (NÃO DEIXE DE LER O NOVO GUIA ALIMENTAR DA POPULAÇÃO BRASILEIRA CLIQUE AQUI) para poder embasar nossas condutas. O que estamos percebendo é que a população em geral (inclusive nossas crianças) estão ficando doentes cada vez mais cedo e uma das causas é pelo excesso de consumo de produtos alimentícios, ou seja, alimentos ultraprocessados que conforme está no Guia Alimentar da População Brasileira 2015: "...incluem vários tipos de guloseimas,  bebidas adoçadas com açúcar ou adoçantes artificiais, pós para refrescos, embutidos, sopas em pó, “macarrão” instantâneo, “tempero“ pronto, salgadinhos “de pacote”, cereais matinais, barras de cereal, bebidas energéticas, entre muitos outros. Pães e produtos panificados tornam-se alimentos ultraprocessados quando, além da farinha de trigo, leveduras, água e sal, seus ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos.

Agora vamos refletir, para um alimento tornar-se "light", a indústria precisou reduzir 25% de um ingrediente comparado à versão original, certo? Mas se eu tirar alguma coisa eu vou ter que acrescentar outras para deixar com uma textura, sabor igual ao original. E com isso começam aparecer listas de ingredientes carregadas de nomes estranhos, que com certeza se eu fosse preparar uma receita em casa eu não iria usar "óleos interesterificados, xarope de frutose, isolados protéicos".

Aqui nessa foto é um exemplo de 3 tipos de iogurtes natural desnatados, e aí qual você levaria? Eu ficaria entre o último e o segundo, o primeiro NEM PENSAR, olha o tamanho da lista! 
Foto retirada do Instagram @janainout

Por isso, vamos parar de pensar em apenas CALORIAS, vamos pensar no que estamos ingerindo. Nosso corpo, nossa célula foi feita para receber NUTRIENTES, ENERGIA não excesso de derivados do petróleo, como alguns adoçantes. Use a sua avó de referência, aquela senhorinha que prepara ou preparava a comida com seu tomate fresco, temperinhos da horta de casa, preparava seu pão, seu bolo. Quando menos comida "empacotada", melhor! E nada de pagar mais caro pelo um "falso produto", ok?

Espero ter ajudado vocês à refletirem melhor sobre as suas escolhas!

Dúvidas, escrevam no comentário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário